sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Sempre


Sempre exposto
até o osso 
da canela
sendo batida
onde não pensam nela

Sempre torto
até o raso
do bolso
sendo furado
onde não pensam nele

Sempre bobo
até o fundo
da alma 
sendo sugada 
onde não pensam nela

Sempre poeta 
até no fim
do abismo
sendo pássaro
onde não pensam nisso


Joakim Antonio


Photo by Sergei Sarakhanov 
Russia - rolleiflex 3.5t  
ilford fp4 125